Grande Hotel Thermas

27-03-2024

Implantado, desde 1919, num dos mais belos locais da Zona Centro do país o Grande Hotel Thermas é privilegiado quer pelo envolvimento de Serras Verdejantes, quer pelo encanto do leito do rio Vouga. 

Os quartos do Grande Hotel Thermas, revelam um estilo de rara beleza e conforto, oferecendo serenidade, momentos únicos e inesquecíveis. Poderá, ainda, deslumbrar-se com as suites Rainha D. Amelia e D. Afonso Henriques.

Colunas de mármore e lustres antigos decoram o restaurante do Grande Hotel Thermas, que serve pratos portugueses locais e internacionais à carta.


O spa do Grande Hotel Thermas, em São Pedro do Sul, é um verdadeiro paraíso relaxante. Tem cinco piscinas (interiores, exteriores, aquecidas ou frias) e é talvez um dos únicos locais do nosso País com um rio sensorial subterrâneo. Com a água a 31 graus, poderá experimentar diversas sensações, como trovoada, chuva ou nevoeiro — no fundo, é uma simulação das várias estações do ano.

O hotel foi inaugurado em 1919, tendo sido alvo de obras de remodelação muito profundas nos últimos anos. O spa foi construído "totalmente de raiz" e abriu apenas em agosto de 2023, estando ag disponível para os visitantes durante todo o ano.

Apesar de ficar do outro lado da estrada relativamente ao hotel, ambos os edifícios estão ligados através de um túnel subterrâneo. Os hóspedes podem, por isso, sair dos seus quartos de roupão e chinelos e deslocar-se ao spa com todo o conforto e tranquilidade.

O spa tem quatro andares. Os gabinetes de massagens e os balneários ficam no piso inferior. No rés do chão, encontra uma piscina interior com água a 31 graus, que se prolonga para o exterior (num circuito que inclui jatos de água, jacuzzi e redemoinhos de água). Esta opção permite nadar ao ar livre mesmo no Inverno. No exterior, ainda pode aproveitar as piscinas frias (uma para os adultos e outra para os bebés), ideais para o tempo mais quente. 

Entre o piso zero e o primeiro andar, estão os cinco jacuzzis embutidos em rocha (dois deles com temperaturas de 36 graus e os outros três a 31 graus). Já no primeiro andar, pode entrar no ginásio para manter a rotina de treino. No segundo piso, este pequeno paraíso dedicado ao bem-estar tem um rooftop com uma piscina de vidro infinita, com água a 31 graus e vista sobre o rio Vouga.

Além das piscinas e dos jacuzzis, neste spa pode aproveitar dois banhos turcos aromatizados, uma fonte de gelo e banhos de contraste. Numa ala à parte, mas ainda dentro do mesmo edifício, tem acesso a uma piscina de relaxamento, perfeita para flutuar, uma vez que a altura é de apenas 55 centímetros. 

O conceito diferencia-se pela diversidade da decoração, pela ligação entre o hotel e o spa e ainda pelo facto de o equipamento estar disponível durante todo o ano". É ideal para quem quer relaxar ou ter uns momentos de lazer. E ao contrário do que muitos possam pensar, este spa não tem água termal. As águas são aquecidas dentro do próprio espaço.

Além de todo o circuito de spa, o espaço conta com diversos tratamentos, rituais e massagens, tanto para o rosto como para o corpo. 

No rés do chão encontra ainda uma zona verde envolvente, com um bar, onde são servidos cocktails, sumos naturais e refeições ligeiras, e três ninhos na árvore que servem como uma espécie de esplanada.

O spa está aberto todos os dias das 10 às 22 horas. Caso pretenda hospedar-se no hotel, terá acesso total àquela área a qualquer hora. Os clientes que não tenham alojamento só podem entrar no spa por blocos de horas e mediante reserva.

É um espaço para todas as idades, à exceção da piscina de relaxamento, da de vidro e do jacuzzi em open space (no último piso), que são interditos a menores de 14 anos. Não é aconselhável devido ao ruído que as crianças fazem fazem e esta é uma zona de descanso absoluto.